Melasma fatores de risco

melan-free funcionaCaracterizado pelo acúmulo de melanina em determinadas regiões da pele, o melasma é uma condição em que especialmente a área do rosto fica com manchas de cor marrom ou castanha.

O que acontece e que ainda existe muita dúvida a respeito do melasma, suas causas e até mesmo os fatores de risco que devem ser observados para prevenir o problema.

No entanto, antes mesmo de ir adiante, vale lembrar que o melasma é uma condição que traz mais prejuízos para a autoestima e estética feminina do que para a saúde em si. Mas o melasma tem uma cura que é o creme Melan Free

Dito isso, vamos entender a seguir quais são os fatores de risco que podem levar ao surgimento do melasma.

Fatores de risco para melasma

Pois bem, a primeira coisa que deve ser ressaltada é que o melasma é uma condição que afeta majoritariamente pessoas do sexo feminino. Embora possa ocorrer também em homens, eles representam apenas 10% do total de pessoas com essa condição.

Considerando o grupo do sexo feminino, são mais afetadas ainda as mulheres que se encontram em idade reprodutiva e que possuem um tom de pele mais escuro, com fotótipos III e IV.

Esses são os fatores de risco determinados por herança genética no surgimento do melasma. Além disso, existem outros fatores de risco que são devem ser considerados, mas são provenientes de agentes externos, tais como:

  • Exposição a radiação ultravioleta (raios UV)
  • Ação dos hormônios femininos que estão presentes em contraceptivos orais ou nas terapias de reposição hormonal
  • Gestação, pois é um período em que o corpo sofre com alterações hormonais que estimulam e favorecem a atividade dos melanócitos
  • Problemas e disfunções na tireoide
  • Utilização de cosméticos que causam sensibilidade ou irritação da pele
  • Uso de drogas voltadas ao tratamento de condições como epilepsia e hipertensão

Acontece que ainda não se conhece a exata causa do surgimento do melasma, mas já é sabido que todos esses fatores aumentam o risco para o desenvolvimento do problema.

Portanto, muito além de tratar apenas o resultado dessa condição, é essencial também entender quais são as possíveis causas, para que seja possível evitá-las também.

Pronto, agora você já sabe mais sobre os fatores de risco para o melasma!